Fundação Cultural Cassiano Ricardo

O Projeto Circulação, da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, está com 12 atividades culturais em 9 espaços públicos, em todas as regiões de São José dos Campos, nesta primeira quinzena de agosto. Tem ação cultural para todos os gostos: música, dança, teatro e cultura popular .

As atrações são sempre gratuitas e preparadas para todas as faixas etárias. O objetivo do projeto é possibilitar que a população tenha acesso a diferentes opções culturais, além de prestigiar e estimular a produção artística local.

Programação

Travessa Chico Luiz – Centro / Projeto Mercadão Vivo

Dia 3 (sábado), 11h30: Vida Que Segue, com Joca Freire (música)
Mais recente álbum do artista, que conta com diversas canções autorais que transitam pelo xote, baião, samba, MPB e outros estilos.

Praça Cônego Lima / Projeto Arte na Praça

Dia 3 (sábado), 10h: Pode Me Chamar Que Eu Vou, com Grupo Mistura da Raça (cultura popular)
Nesta vivência de transmissão de saber, o mestre Laudení, sua família e os integrantes do grupo formam uma grande roda, acompanhados dos tambores para ditar o ritmo e, da mesma forma que aprenderam com seus antepassados, contam histórias e explicam sobre a tradição do jongo.

Dia 10 (sábado), 10h: Jovens de Coração, com Tap da Longevidade (dança), Grupo de Sapateadores de São José dos Campos, dirigido por Aline Carneiro, coreógrafa, professora e bailarina.

Praça Matriz de Santana / Projeto Arte na Praça

Dia 4 (domingo), 10h: Proseio, com Grupo Cabelo de Milho (música)
Show que retrata a vida e a poesia do homem piraquara valeparaibano, com composições autorais e instrumentais, com arranjos de Nilton Blau acompanhado por Kardec Gonzaga e Pedro Canhé. A apresentação mostra os 30 anos de pesquisa e convivência do músico com os mestres de cultura do Brasil.

Conexão Juventude / Alto da Ponte

Dia 4 (sábado), 16h: Elemento Urbano, com Urban Mix (dança)
Aula aberta de dança com um mix de vários estilos musicais e de diversas nacionalidades. Músicas empolgantes que são sucesso pelo mundo.

Arena do Parque da Cidade / Projeto Domingo no Parque (Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana)

Dia 4 (domingo), às 15h: O Vale Encantado, com Cia. Cultura Bola de Meia (teatro)
Tudo começa quando alguns amigos resolvem pescar à beira do Rio Paraíba do Sul. Uma verdadeira homenagem a este rio, ao povo que vive às suas margens, figureiros, pescadores, contadores de causos e à beleza natural e encantadora desse Vale do Paraíba Paulista.

Dia 11 (domingo), 15h: A Casa de Dentro da Gente, com Caixa de Histórias (teatro)
A partir de poemas, canções e jogos de cenas, o espetáculo dá forma às lembranças, que reverberam no imaginário de nossas próprias casas e lembranças.

Cine Teatro Benedito Alves da Silva (Rua Rui Dória, 935 – Centro)

Dia 9 (sexta), 20h: Pé na Curva, com Cia. de Dois (teatro - 16 anos)
A peça conta a história de Tolo e Infeliz, dois andarilhos que estão a vagar num mundo pós-apocalípticos e que foram designados a uma missão, mas por um erro acabaram se perdendo. Agora os dois tentam de todas as formas retornar ao caminho que os levará a um único destino.

Casa de Cultura Eugênia da Silva / Projeto Arte na Feira (Rua dos Carteiros, 110 – Novo Horizonte)

Dia 11 (domingo), às 10h: Carolina & Zé Vicente, com Cia. Pataquada, (teatro)
Eles não sabem que desencarnaram... Por isso, ainda aparecem presos aos prazeres e pagando por seu pecado, condenados à eternidade do erro. Cada parada é única, com primores do cancioneiro popular cabra da peste.

Casa de Cultura Tim Lopes (Av. Ouro Fino, 2520 - Bosque dos Eucaliptos)

Dia 12 (segunda), 15h: Sopro Caipira (música)
Grupo instrumental de São Luiz do Paraitinga que promove em seu repertório um resgate dos clássicos da música caipira raiz, além de choros, sambas, dobrados, entre outros.

Dia 15 (quinta), 15h: Pode Me Chamar Que Eu Vou, com Grupo de Jongo Mistura da Raça (cultura popular)
Nesta vivência de transmissão de saber, o mestre Laudení, sua família e os integrantes do grupo formam uma grande roda, acompanhados dos tambores para ditar o ritmo, para contar histórias e explicar sobre a tradição do jongo.

EMEF Mercedes Rachid

Dia 14 (quarta), 13h30: Histórias Para Adoçar Corações, com Cia. Griot (teatro)
Utilizando-se da linguagem do teatro popular de rua, com muita música, dança e participação do público, o espetáculo conta duas lendas brasileiras: ‘A Lenda da Mandioca’ e ‘A Lenda do Tambor Africano’.

Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
(12) 3924-7300/7341

Postado em: 02/08/2019.

Programação



 

Links